Ministério da Cultura, Governo do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura, Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, VIVO e BNDES apresentam

Núcleo Acadêmico

O Núcleo Acadêmico do Festival Villa-Lobos, criado em 2015 e realizado em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Música da UFRJ, tem como objetivo estabelecer um espaço de discussão e difusão de conhecimento em torno da obra, do tempo e dos reflexos alcançados pela produção de Heitor Villa-Lobos. Dessa maneira, abre um espaço público de discussão, encontro e interação entre alunos e professores das mais diversas áreas, músicos profissionais e amadores, além do público em geral, consolidando uma espécie de rede que possa implicar em uma reflexão contínua sobre a produção de Villa-Lobos e seus reflexos na construção da cultura musical brasileira.

O “II Simpósio Nacional Villa-Lobos: práticas, representações e intertextualidades” pretende abrir espaço para as pesquisas que utilizem conceitos teóricos e metodologias da “Nova Musicologia” e seus diálogos com a história social e cultural, a antropologia e a sociologia, bem como as metodologias que privilegiam os aspectos específicos da teoria e análise, da crítica textual, da arquivística, da organologia, das práticas interpretativas, e outros instrumentais possíveis de pesquisa.

Selecionados

Dia 07/11

Conferência: Prof. Dr. Ricardo Tacuchian. “A atualidade de Villa-Lobos”.
Mesa-redonda: Análise e apropriações

1. Prof. Me. Alexandre Schubert. "Textura nos quartetos de cordas de Villa-Lobos: estudos preliminares".
2. Prof.a M.a Francine Alves dos Reis. “Heitor Villa-Lobos – Guia Prático para piano n. 1: considerações para uma abordagem pedagógica”
3. Prof. Dr. Rodrigo Cicchelli Velloso. “Lendas Brasileiras”.

Dia 08/11

Conferência: Prof. Dr. César Buscacio. “Itinerários Franceses de Villa-Lobos: Entre alteridades, bricolagens e sociabilidades estético-políticas”.
Mesa-redonda: Alteridades e discursos

1. Prof. Me. Tiago dos Santos de Souza. “Crocodilos, caldeirões e canibais: Villa-Lobos e a construção de uma representação na Paris dos anos 1920”.
2. Prof. Daniel Salgado da Luz. “Entre tradições modernas e românticas: o horizonte interpretativo sobre Bach por Villa-Lobos na Paris dos anos 1920-1930”.

Dia 09/11

Conferência: Profª Drª Maria Alice Volpe. “A paisagem na música brasileira: Villa-Lobos e a releitura modernista do paradigma Carlos Gomes”.
Mesa-redonda: Interações e Interpretação

1. Prof. Me. Mário Sève. “Villa-Lobos e a schottisch: a interpretação musical por classificação genérica”.
2. Prof.a M.a Maristela Rocha. “O maxixe excomungado e o “Choros no 1”: da periferia aos grandes mestres”.

Dia 10/11

Conferência: Prof. Dr. Samuel Araújo. “Música de concerto, Estado e sociedade; tema e variações de Villa-Lobos aos tempos atuais”.
Mesa-redonda: Práticas e discursos

1. Prof. Me. Pedro Belchior. “A música brasileira em torno da Feira Mundial de Nova York (1939-1940): Villa-Lobos e o pan-americanismo musical”.
2. Prof. Me. Joel Albuquerque. “Análise do discurso musical de Heitor Villa-Lobos: uma dialética entre referencialismo e formalismo”.
3. Prof. Dr. Rodrigo Passos Felicissimo. “Uirapuru: a lenda do pássaro encantado, de Heitor Villa-Lobos”.

Dia 10/11

Conferência: Prof. Dr. Samuel Araújo. “Música de concerto, Estado e sociedade; tema e variações de Villa-Lobos aos tempos atuais”.
Mesa-redonda: Práticas e discursos

1. Prof. Me. Pedro Belchior. “A música brasileira em torno da Feira Mundial de Nova York (1939-1940): Villa-Lobos e o pan-americanismo musical”.
2. Prof. Me. Joel Albuquerque. “Análise do discurso musical de Heitor Villa-Lobos: uma dialética entre referencialismo e formalismo”.
3. Prof. Dr. Rodrigo Passos Felicissimo. “Uirapuru: a lenda do pássaro encantado, de Heitor Villa-Lobos”.